sábado, 5 de junho de 2010

Felicidade instantânea



Faz um tempo,eu me lembro,que andava tudo bem.Hoje me sinto como naquele tempo tão esquecido na memória,nas palavras,no pensar.Acordei feliz.Acordei mais leve.Dançando sozinha,cantando,rindo.Não há motivo especial pra eu estar assim.Não há!Mas eis a questão: será que para ser feliz deve haver motivos?
Por muito tempo achei que sim,e já havia até me esquecido das lembranças de infância onde uma simples volta pelo parque já era felicidade plena.Onde as coisas eram mais simples,os problemas tão pequenininhos quanto a gente se resolviam com um sorriso e um ''vamos brincar e ser feliz novamente''.
Nesses dias chuvosos e frios ando mais perto das pessoas e elas andam mais perto de mim.Estou aquecida de amor,diria.Estou pertinho,juntinho,coração com coração dos amigos.Estou mais próxima.Acho que o clima nos faz querer aquecer a vida,as pessoas,a nós mesmos.Mas a vida é assim mesmo dias de plena felicidade,dias medianos e dias de fundo de poço.É a lei da vida,não tem como ser feliz eternamente e nem triste.E falando em tristeza acho que andei por muito tempo escrevendo por aqui dominada por ela.Mas não reclamo ,acho ela fundamental.Tristeza,sofrimento,dores e afins são coisa indispensáveis na vida.São coisas duras,porém inevitáveis.Masoquismo?Não.Mas acho que tudo na vida tem um lado bom,tem algo verdadeiramente bom pra se aprender.Da tristeza a gente pode tirar aprendizagem,começar a valorizar mais as coisas e, alguns ,como eu além de aprender transformam ela em escrita,em palavras que em sintonia uma com a outra transmitem a alguém uma mensagem,transmitem a nós mesmos algo melhor.E não digo que é só tristeza que ajuda,felicidade também.Aliás felicidade ajuda muito mais que qualquer coisa.Felicidade é o que buscamos na vida.E ela pode vir de várias formas:na amizade,na cumplicidade,nas palhaçadas,nas loucuras,nas farras,nas viagens,nas conquistas,e principalmente no amor.Ela vem de várias formas,variando a intensidade,mas ela vem pode ter certeza.Hoje ela veio pra mim,sem motivo especial algum.Ás vezes ela não é muito duradoura,mas amanhã é outro dia.O depois a gente pensa e sente depois.Temos que aprender a acompanhar o tempo de acordo com o que acontece,porque só temos a certeza do agora.Desse momento enquanto eu digito e você lê essas palavras.E alguns por aí nesse mesmo tempo estão vivendo de diversas formas,sentindo variados sentimentos.Eu também estou vivendo o meu agora feliz.Por que amanhã é outro dia,e se minhas próximas palavras nesse blog demonstrarem alguma tristeza não vai ser nada imprevisto ou decepcionante para mim.Porque lá no fim quando todas as peças desse quebra-cabeças que é a vida estiverem totalmente encaixadas,pode ter certeza que vai haver algum sentido por ter passado tudo que passei ,por alternar tão rapidamente entre alegria e tristeza,por ponderar,esperar,ficar aflita,ficar triste,ficar feliz.Vai ter sentido,vai fazer sentido.Lá no fim eu encontro essas duas coisas que sempre procurei:sentido e felicidade plena.Pode ter certeza.Enquanto isso eu me alterno entre tantos sentimentos,eu me descubro,eu escrevo,eu busco felicidade,eu transformo a dor em algo bom pra mim.Só não vou buscar mais sentido,porque esse a gente só descobre e entende depois do quebra-cabeça completo.

3 comentários:

Camila Paier disse...

Que lindo, Thalita! Ando meio como tu, no mesmo momento. Não me dói, mas é bom, ir acordando aos poucos, e voltando pra vida ativa, né? Muita sorte, muita luz, e muito amor nesse teu caminho!
Mil beijos!

mais amor, por favor. disse...

Claro que não há motivo pra ser feliz, e o sentido, se existe a gente nunca descobre, então deixa ser, assim let it be, como diria Caio.
Beijo grande guria1

sozinhaedespersa disse...

ok .. muitíssimo obrigada .. me perco nisso .. hehe .. Parabéns vce!
seu blog é uma maravilha!
beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...