terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Engraçado era eu ainda te amar


Engraçado mesmo seria a gente se encontrar depois de tanto tempo, tanta saudade e não se querer. Engraçado mesmo seria eu não acordar no dia do seu aniversário como se uma agulha pontiaguda tivesse fincando cada parte do meu coração. Ah, você quer rir, achar mais graça?! Então seria extramente engraçado a gente não olhar um para o outro meio sem saber o que fazer quando nos encontramos por aí. Você quer algo engraçadíssimo? Acho que o fato da gente se ver só não basta, mas quem sabe a gente se ver cada um com um outro alguém que a gente jurava que não ia dar certo , mas parece que a relação tende a durar mais do que a nossa própria relação, e ainda sim não sentir ciúmes, apego, tristeza, decepção...

Engraçado mesmo seria eu não ter quase um ataque taquicardíaco toda vez que ouço o toque de mensagem do celular, achando que poderia ser você dizendo que sente falta ou então mesmo fingindo mandar a mensagem pro número errado só pra ver se eu falo alguma coisa, como já aconteceu antes. Mas uma situação pra rir bastante seria a minha falta de ocupação em ficar acompanhando cada mínimo detalhe que você posta nas suas redes sociais ou que te mandam. Eu poderia citar muito mais outras situações que seriam realmente engraçadas. Engraçadas tipo trágicas. Engraçadas do tipo rir da própria desgraça. Humor negro, humor sórdido, humor pra não chorar. Agora não me venha dizer que é engraçado eu me afastar de você, enquanto minha vontade era estar ao seu lado. Isso não é nada engraçado, o nome disso é amor. É, amor, aquele sentimento filho da puta, que na maioria das vezes, só sabe viver de migalhas e humilhação. Não me venha dizer que eu fico engraçada nervosa com tudo isso por, no fundo, ainda te amar.

Engraçado é você tramando suas artimanhas, mentiras, ''ceninhas'' achando que é de tanta bobeira sem graça que vive o nosso, quer dizer, o meu amor. Engraçado é eu ainda acreditar que você talvez ainda possa mudar.

4 comentários:

Luiz Alfredo Nunes de Melo disse...

Engraçado eu viajando no mundo dos blogs, ter encontrado uma escola de meninas poetas apaixonadas.O que eu classifiquei de escola poéticas das meninas apaixonadas. E cada uma traz um elo dessa nova escola a paixão. A paixão não correspondida completamente, o cara não olhar com amor a esta belas meninas poetas, e elas sofrem, o bom é que acabam escrevendo belos contos poéticos.
lindo poeta. Não vou falar muito porque não entendo desse tema, e nunca sofri tanto de amor. Mas pelo seu poema sei que ele faz se perder a cabeça.

Luiz Alfredo - poeta.

Andressa. disse...

Senti tanto sua dor :/

cássia vicentin disse...

Engraçado é eu viver, mesmo sem querer, tudo isso dia após diaa...
]Feliz 2012!

IlkaSouza disse...

Engraçado, tantas de nós passarmos por isso e continuarmos amando...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...