quarta-feira, 9 de junho de 2010

Zombaria



E só hoje,embora há algum tempo tenha percebido e me curado,consigo admitir como fui burra sem perceber.Eu me importava,te procurava e me enganava com você.Quantas horas gastadas em pensamento?Gastadas não!Perdidas,porque pensamento desnecessário e equivocado pra mim é tempo perdido.E de alguma maneira você sempre com seu seu jeito previsível,egocêntrico e manipulador mexia comigo.Mexia tanto que reviravoltas dei,e hoje depois de tanta volta,reviravolta e mexeção estou do outro lado da moeda,do outro lado do tabuleiro,é a minha volta de 180 graus,é o meu troco.
Não pense que foi fácil,mas também difícil não foi.Afinal,nada nunca foi definido quando se tratava de você.Ações e sentimentos medianos.Você sempre esteve entre tantos termos.Entre,meio,mediano,nunca na extremidade,nunca nada decidido.No meio dos meus sentimentos,entre meus pensamentos,enfim,agora sim em um grande e indispensável extremo:Arrependimento.
Infantil, intolerável,imaturo.A sua máscara caiu ou foi minha ilusão que acabou?
Não importa e nem tem volta.E pode pensar você que eu só estava te buscando em outros braços,gestos e abraços.Mas não,eu não procuraria algo como você em ninguém e nem desejo encontrar.Esses braços que me envolvem agora,me protege e de verdade,pra valer.Nada sério,nenhum compromisso em vista,mas sentimento mútuo, preocupação,envolvimento,desejo,tudo recíproco.
E como já disse eu não me importo com esse trágico fim de algo que sequer durou,sequer começou de verdade.Não se importe também.E se escrevo a respeito não é por me importar,te querer,ficar em dúvida em relação a isso que nos aconteceu,que nem sei do que chamar além de uma perda total de tempo e sentimento.Se escrevo não é porque me inspiras,sequer porque eu ainda pense em ti.Mas é porque quero deixar gravado esse meu desapego a algo tão ruim.Sentimentos ruins,ilusão ruim,você era ruim.Péssimo,horrível e tudo quanto for sinônimo dessas palavras eu uso pra te descrever.E se eu gostei não foi porque tenho gosto ruim,aliás até tenho pra certas coisas,mas com você,pra você foi simplesmente porque a cegueira tomou conta dos meus olhos.
Sabe aquilo de se enganar com a pessoa,de construir uma imagem dela,enfim,foi isso.E junto com essa minha construção ilusória de você havia sua máscara que hoje finalmente caiu.Seu fingimento ,suas mentiras,sua verdadeira face veio á tona.E minha cegueira junto com sua máscara foi embora e no que depender de mim nunca irá voltar.Agora por precaução voltei a usar meu óculos que não precisa de lentes de muitos graus,pois a cegueira se foi.Só uso esses meu óculos invisível,porém já notável pelas pessoas pra que elas e você vejam de longe que protegida estou.Não falo da minha armação dessas moderninhas quadriculada de haste preta que dão ar de intelectual,e que eu só uso pra leitura.É dessas armações fortes,protetoras e prevenidas que uso agora.E no fim de tudo,ainda lhe devo um agradecimento.Um obrigada por me incentivar com a sua falta de incentivo pra nada a ser mais esperta.Sem intuito nenhum,aliás com o intuito de me enganar e fazer infeliz,você me trouxe felicidade.Hoje olho para trás e a cada lembrança da sua cara de idiota tentando me enganar,mas mal sabendo que me ajudava a ser mais forte e mais eu ,me rende boas risadas,gargalhadas calorosas de deboche.E não são essas risadas que me trazem tanta felicidade,mas sim o fato de de ter me encontrado de tal maneira que fica difícil me perder de novo por alguém.Mais dura e menos intensa,talvez.Mas também nunca fui dessas de me entregar totalmente,sempre mantive o pé atrás,desconfiada,achando que algo podia dar errado,e com você deu.Foi tudo errado,foi tudo um erro,um erro meu.Mas antes eu que não era de muito entrega,mas totalmente sensível e intensa dentro do meu limite protetor,hoje estou só mais cautelosa,mais preparada,menos ressentida.
E te agradeço também por me afastar a tal ponto de eu encontrar em outros braços o que eu realmente procurei depois de descobrir sua verdades sujas:alguém totalmente diferente de você.
Eu tô curada,libertada e esplêndida.E você faça o mesmo,se cure de mim.Não me ligue,não me chame e nem me procure,pois esse valor de cachorro arrependido que agora me dá,e que antes eu queria tanto,de nada vale.Se cure de mim, no mínimo só guarde as boas lembranças,no máximo não guarde nada e enlouqueça com esse meu vazio.E se me ver na rua ,não fale e não olhe,pois eu vou fazer de conta que nada aconteceu que é pra não guardar rancor.Guardarei só esse meu deboche,esse meu grande sorriso ao andar e pensar como és otário.No fim nós dois acabamos arrependidos ,mas o meu arrependimento que é o de ter me entregado,é o oposto do seu que é o de não ter dado valor a minha entrega.Porém meu arrependimento já foi recompensado, e quanto ao seu não há recompensa,mas sim perda total.E pode enlouquecer com esse meu sorriso, o qual você sempre achou tão bonito,pois ele nunca mais será seu ,mas algumas vezes ele será estampado por me lembrar de você com total ar de zombaria.

6 comentários:

sozinhaedespersa disse...

adorei .. mandou bem!
beijos flor!
s2'

Gigante Colorado disse...

Muito bom mesmo, viu???
Beijo!!!

Camila Paier disse...

"Não pense que foi fácil,mas também difícil não foi.Afinal,nada nunca foi definido quando se tratava de você.Ações e sentimentos medianos.Você sempre esteve entre tantos termos.Entre,meio,mediano,nunca na extremidade,nunca nada decidido."
Se eu fosse traduzir o texto a uma parte, seria essa. Pelo menos, a parte que mais me tocou - embora todo o texto poderia ter saído do que penso, do que sinto, e do que eu mesma queria ter dito, e não disse - AMEI!
Beijoca girl

mais amor, por favor. disse...

"Entre, meio, mediano, nunca na extremidade, nunca nada decidido."
Eu sei como é, esse sim e não, quero, não quero. Estranho, encantador até certo ponto, mas cansativo.
Lindo, muito lindo!
Beijos :*

tamara furlan disse...

lindo demais, arrazou!

* Luria Corrêa , disse...

ooi , nossa, lindo texto viiu :) Adorei ele e o blog, seguindo já. Você escreve muito bem, adorei as palavras e me identifiquei.

Beijos :*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...