domingo, 13 de junho de 2010

Eu e meu querer



E vos falo mais uma vez ,e peço a mim mesma,e peço a Deus: quero ser feliz para sempre,quero tudo que há de melhor no mundo,quero somente pessoas melhores pra mim.Será que é ambição demais querer tanto?É pecado?É luxúria?Eu me rendo à tentação.
Quero dias intensos de chuva,dias intensos de sol.Quero intensidade em tudo.Quero intensidade em todos.Manhãs cheias de entusiasmo,pois é necessário tê-lo já de manhã para se animar a continuar o dia.Tardes cheias de alegria.E noites cheia de amor,amor dado e amor recebido.Não quero expectativas em momento algum do dia,em momento algum do sonho.Não quero,não tenho uma relação muito boa com expectativas.Quero surpresas,situações inusitadas,inesperadas que me façam bem.Quero o agito da noite mas não com tanta profania.Quero tardes quietinhas,risonhas,de cumplicidade,de amigos.E quero manhãs sonolentas em que me seja permitida dormir,porque coisa que odeio é despertador tocando e gente me chamando enquanto durmo.Quero o desequilíbrio em ações,em fatos ,em vida.Pois desequilíbrio,loucura,insanidade é bom ás vezes,aliás é bom quase sempre.No fundo,no íntimo ,no estar só ,somos todos louco,não?!
Quero voltar a confiar nas promessas masculinas e despedrificar esse meu coração.Quero uma caixinha cheia de fotos de todos meus momentos entre amigos,e que quando eu olhe sorria a cada lembrança,a cada lapso de memória,a cada imagem parada no tempo,mas não no coração.Quero gargalhadas dessas de fazer a gente chorar de tanto rir e quero motivações,grandes motivações.Quero gente legal,honesta,divertida,palhaça,sincera e de bom coração ao meu lado.
Quero o doce,o salgado,a festa,a solidão,o excesso,a carência,a alegria ,a tristeza,o amor,o ódio,o encanto,a decepção,o início,o fim...
Quero tudo em seu tempo determinado,pois há tempo de sofrer e se erguer.Há tempo pra tudo.Mas quero passar por toda essa séria desordem de fatos que o tempo me reserva com uma grande felicidade.Até nas tristezas quero lá no fundo poder sentir felicidade por algo,pois sem ela não dá.
Quero paz,saúde,amor.Mas amor de verdade,desses de fazer a gente perder a cabeça,o juízo,tremer toda,ficar sem jeito,perder a fala,perder o sono,tropeçar,corar as bochechas,não conseguir interromper a fala perto das amigas,não conseguir parar o pensamento.Desse amor que gente lê nos livros,vê em filme e novela,ouve nas músicas,pensa existir por aí.E esse amor eu tô aguardando,enquanto ele não chega me engano,me divirto,me estrepo,perco um pouco do juízo,mas me guardo para ele.Enquanto isso continuo com meus desejos,muitos já realizados,outros sendo encaminhados,e outros distantes de acontecer,porém não menos importantes.Quero vida,vida boa,e me rendo somente a esse pecado.

4 comentários:

Camila Paier disse...

Thalita querida! Lindo texto..Cheio de vontades, de quereres. Gosto disso! É sinal de que, existe aí dentro ainda muita vida, muita vontade boa de vivenciar cada segundo do dia, do mês. Coisa boa, né?
Controlar a expectativa é difícil, eu sei. Mas na tentativa, a gente vai aprendendo.
Um beijo girl!

A. disse...

Oii =) muito obrigada pelo comentário no meu blog =) fácil de ver a verdade no seu, gosto. bjos

mais amor, por favor. disse...

Querer não é pecado nenhum.
Queira muito Thalita, queira porque querer é viver!
Beijo grande!

Déborah Simões disse...

Tem selinho para você no meu blog: http://deborahsimoes.blogspot.com/ Clica no link GOSTOSA LEITURA.
Bjok

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...