domingo, 19 de setembro de 2010

Onde foi que eu errei?



Sabe, eu me pergunto onde foi que eu errei.Como assim você não me quer mais?Como assim?Eu continuo a mesma, aliás até tratei de ser uma pessoa melhor pra você depois que nos conhecemos.Continuo te ouvindo e te aconselhando.Continuo dispondo todo meu tempo vago e não vago a você.Agora diferente de antes respondo as mensagens, demonstro gostar, te querer pra valer, te valorizar, o que antes eu não faria nem por você e nem por homem nenhum, já que não gosto desse negócio de se mostrar por inteiro a uma pessoa.Sempre achei que deveria- por mais que gostasse de alguém- demonstrar cada sentimento com um pouco de frieza pra ficar aquela dúvida receosa na cabeça da pessoa:''Será que ela gosta de mim?''. Mas com você fui perdendo esses e outros conceitos de frieza, de cuidado, de desconfiança, de prevenção, de fazer mil análises críticas, de pensar demais, de ser fria e nada confiável.Perdi tudo pra falar a verdade.Me perdi de mim e me tornei melhor, pelo menos é assim que são as pessoas melhores não é?!Totalmente doce, cuidadosas e sentimentais. Eu me tornei melhor, eu te dei o meu melhor, eu tentei fazer o melhor, mas olha aí acabou. Você não curtiu o meu melhor é isso?Você gosta de mulheres imprevisíveis e que curtem pisar nos sentimento, nas palavras, na pessoa?É isso?Eu volto a ser assim. Aliás eu já tentei voltar pra ver se podia ser como antes, mas eu não consigo.
E me dói sabe, ver essa imagem que você tem/tinha de mim se deteriorando a cada dia ou pior se perdendo, virando nada.Mas eu não quero ser nada, não seu nada.Eu quero ser seu tudo, seu melhor e por isso me tornei melhor.Só não me tornei inteira pra ser seu tudo, porque me falta você.
Eu só não queria que terminasse assim. Sempre gosto de términos onde eu saio por cima na história, mas até nisso você me contrariou.Vai ver que é por isso que ando nessa insistência. Insistindo em algo que não é mais.Insistindo em algo em que nem eu mesma acredite. Em algo que nem eu sei se quero.Insistindo.Insistindo tanto que chego a parecer patética.Insistindo no que não é e nem pode ser.Mas com isso já estou me conformando.Na verdade eu só queria saber onde foi que eu errei meu Deus?
E se eu voltar a ser durona, fingir que não estou nem aí, que não preciso de você, que não me comovo nenhum pouco com suas palavras, mensagens e promessas você volta a gostar de mim?Diz que volta, vai.Diz que pode ser como antes. Na verdade eu só não admito que você deixe de gostar de mim assim.Modéstia a parte eu sou tão legal e divertida.Eu gosto até daquela banda que você adora e ninguém mais que conhecemos curte como nós.Eu ouço você e te aconselho tanto.Eu gosto de saber da sua vida a fundo, da sua família, dos seus amigos.Eu te dou uma liberdade tamanha e tento confiar o máximo possível.Eu não te encho de cobranças, só jogo indiretas-é claro- a respeito do que você poderia mudar.E eu ainda controlo minha mania de falar em excesso pra você não se cansar de mim.Como pode, me diz, você não gostar mais de mim?Como pode?É isso que me deixa louca.
As vezes eu acho que só insisto nisso pra voltar a ser tudo como antes e eu poder sair por cima e é claro deixar de gostar de você, antes que você faça o mesmo em relação a mim.É, eu sou extremamente manipuladora e egoísta.Talvez realmente eu só queira sair por cima ou talvez eu só queira te amar.Te amar sem medo de ser em vão, de ser errado, de estar insistindo no que não é.Ah quer saber, prefiro pensar que só quero sair por cima, afinal esse papo de amor receoso, não correspondido, confuso e quase impossível dá trabalho demais.Prefiro achar que só quero sair por cima já que é mais prazeroso e satisfatório pra mim , se assim for.Afinal se eu amar e ser boazinha demais você foge e me deixa para trás cheia de dores e lágrimas outra vez.Você gosta é do abandono e eu quero te abandonar.Não é perfeito?!Pena que é mero engano.Eu quero mais é você pra mim.

3 comentários:

Camila Chaves disse...

Oi, Thalita!! Não sei se o que vc escreveu corresponde ao teu momento atual. Se for, trate de sumir da vida dele. Espere ele ir atrás. Seja paciente e verá os efeitos! O único risco é de vc desistir dele com o tempo, mas esse risco quem corre é ele! Vai um trecho de Vinicius de Moraes. Não esqueça o conselho dele! "Ah, que a mulher dê sempre a impressão de que se fechar os olhos

Ao abri-los ela não estará mais presente

Com seu sorriso e suas tramas. Que ela surja, não venha; parta, não vá

E que possua uma certa capacidade de emudecer subitamente e nos fazer beber

O fel da dúvida. Oh, sobretudo

Que ela não perca nunca, não importa em que mundo

Não importa em que circunstâncias, a sua infinita volubilidade

De pássaro; e que acariciada no fundo de si mesma

Transforme-se em fera sem perder sua graça de ave"

Camila Paier disse...

Compreendo toda a tua dor, guria. Todinha. E de tanto que teu texto me machuca, me traz à tona a realidade, mal sei o que comentar. Que te dizer? Que vai passar? É o que eu mais espero: que passe esse vendaval. Aí, e aqui. Toda a sorte do mundo, amada!
Beijo grande

Grafite disse...

"As vezes eu acho que só insisto nisso pra voltar a ser tudo como antes e eu poder sair por cima e é claro deixar de gostar de você, antes que você faça o mesmo em relação a mim."

ESTÁ LINDO! =)

beiijo querida,
*.*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...