domingo, 17 de abril de 2011

A falta que você me faz




Tenho sentido tanto sua falta. E a falta nos mostra como algo ou alguém é importante.Quero você de volta, presente aqui, pois presente em mim você já está.Se me fosse concedido um desejo agora , na hora pediria: Quero você pensando em mim, assim como penso em você.Sempre, com intensidade e grande desejo.Quero você pensando em mim e me querendo.Quero você.

E penso que é complicado demais isso de se amar alguém.Acho que amor só deveria existir na reciprocidade. Acho que amor deveria vir para o bem.Acho que o amor deveria ser declarado e correspondido.Mas não, fico aqui calada e guardo para mim cada frase dessas que já pensei em lhe dizer.Dentro da minha mente já se passaram conversas, declarações, ações que talvez nunca irão acontecer.E o que me move é o meu desejo.E o que me desencoraja é seu afastamento.Estamos tão perto e tão longe, você não vê?!E eu realmente queria te trazer novamente para perto de mim.

Vai, me queira outra vez.Me deseje, me procure, tenha necessidade de mim.Porque é clara a minha necessidade de ti.E te procuro a cada esquina, e te espero a cada dia e lembro de ti a cada canção tocada no rádio - que querendo ou não traz um verso que se encaixa na nossa história.E me passa pela cabeça todos os nossos momentos juntos, eternizados dentro de mim.Como num sonho, no qual eu não quero acordar.Porque acordar dói.Ver as coisas como realmente são é tentar em vão.Ao acordar meu corpo dói por inteiro.Dá um aperto no coração, um nó na garganta e os olhos começam a arder.E aí choro ao ver minha triste realidade sem ti.
Crio teorias malucas para justificar sua ausência, sua perda, o seu não querer mais.Crio teorias nas quais acredito na hora, e no instante seguinte já me condeno por estar tentando justificar a sua perda.Mas a verdade é bem clara.Você se foi porque quis.Porque já não sentia nada por mim.E me questiono: será que algum dia já sentiu?

Crio teorias e ideias malucas para parar de te amar.Mas não funciona.
Ah, como eu sinto a sua falta.

9 comentários:

Brojato disse...

Adorei o post abaixo dobre a mulher boazinha, parabéns pelo blog viu, seguindo linda.

Florensa Dimmer disse...

vim lembrar-te que adoro te ver em meu blog, mas queria vê-la mais por lá.Bjs, boa segunda feira! visite-me.

Fernanda Avenia, disse...

Cada palavra sua, trás o reflexo da alma, de uma forma muito clara e simples que encanta qualquer pessoa. Que dá uma vontade imensa de entrar dentro dessa 'história'' dar uns tapas na tal pessoa que ela sente falta e dizer '' Acorda, uma jóia está deixando passar''. Lindo, muito lindo como sempre Thalita. Parabéns, beijos ;*

Florisbella disse...

COMO eu entendo todas as linhas deste texto, viu. A falta as vezes é tão grande, que dói.

Não sei se você viu, mas estou com um novo projeto no blog onde outras meninas irão participar, e lendo o seu post, me deu vontade de te convidar também. Se te interessar, me avisa, tá.

Beijos da Flor

Selva P. disse...

Lindo o teu blog, Thalita!
Obrigado pelo comentário no meu rs :}
Estou te seguindo!
Vou dar uma lida em outros textos teus.
Acho que gostará de alguns meus hehe
Depois confere..
Enfim, teu blog é muito lindo mesmo *-*

E . disse...

seguidora numero 100 *-* hahaha

Florisbella disse...

Hoje comecei a postar as histórias, você disse que gostaria de participar, depois dá uma olhadinha lá. É bem triste mas talvez te inspire.


Beijos da Flor

Thaís. disse...

Já fiz textos parecidos, como se as letras permeadas de angústia e aflição, fossem suficiente para trazer a pessoa de volta pro meu lado.
Mas se ele foi, é porque, de fato, acabou. É hora de deixar soltar. Embora saiba que vez em sempre, a saudade não precise bater na porta para entrar. Ela apenas invade. E rasga.

Que passe logo. :*

@r_zanette disse...

A falta é só a saudade, mas ao mesmo tempo é tão complexa. Qualquer um pode se deparar e se encaixar no texto, afinal, que nunca sentiu falta?
Escreves muito bem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...