quarta-feira, 27 de abril de 2011

Tudo que não foi dito


O contato, suor, pele, desejo, lençóis, fotos rasgadas, objetos quebrados, arremessados,corações partidos- são essas as vagas lembranças de nós dois.
Vidas incompletas, palavras mal ditas, momentos desperdiçados, brigas, imprecisão.Meu gênio forte, seu gênio...ah, seu gênio gracioso, indeciso, irônico, cafajeste, pretensioso, um tanto cheio de cinismo.
Perfume, cheiro, acordes, versos de rock'n roll.Cigarros, desespero, bebidas, porres, vazio, desajuste, tristeza, desespero.
Felicidade, melancolia,explosão sentimental, carnal, explosão de tudo.
E diante do nosso envolvimento cheio de altos e baixos, instabilidade e incertezas acabou.Acabou, meu Deus, agora o que eu faço?

Entre outras coisas que falamos naquela noite fria sobre lençóis quentes, você disse que me amava e eu espontaneamente sorri, molhei os lábios, lhe dei um beijo e com a voz rouca sussurrei''Eu preciso de você também.Aqui, agora, sempre''.Depois daquilo nunca mais fomos os mesmos.Explosão virou calmaria.A intensidade tornou-se superficial.E o calor dos nossos encontros virou coisa morna, quase esfriando, quando vi já estava frio, áspero, um horror.Depois daquele dia em que eu não disse ''Eu te amo também'' tudo mudou.Percebi as consequências do medo de amar, do medo de dizer , do medo de querer.Da vergonha e receio de sentir aquilo que é bonito.

Entre outras coisas que senti naquela noite, existiu um calor no peito, um amor nascendo ali incontrolável, porém receoso.Um amor não declarado na hora certa por medo.E quando a gente perde a hora certa de dizer e fazer certas coisas resta só um arrependimento, e sabemos que por mais que tentemos nada se volta.

Muitas vezes o que tem de ser dito deve ser assim feito na hora, pois depois perde o efeito que teria.Isso quando há depois, pois muitas vezes quem não ouve nada do que se espera de alguém que ama não deixa haver depois, nem amanhã.Não deixa porque algo no inconsciente de cada um quando se decepciona com alguém fica apático, quase grosseiro, mesmo sem querer.

Certas coisas ou a gente diz ou não diz, ou a gente faz ou não faz.Pois não há arrependimento que mude o que foi ou não foi feito e/ou dito.Certas coisas só têm valor no momento, depois que passa já era.Não volta mais.E entre essas coisas mudas, frias, repletas de arrependimento que quando se vão não voltam, você se foi.Restou apenas essa sua ausência que me acompanha e nutre de desespero por não ter dito o que era sincero, porém receoso.Por não ter dito sentir também o que você já nem sente mais.

13 comentários:

E . disse...

achei o blog lindo!

mais amor, por favor. disse...

"Quando se confessa a precisam, perde-se tudo, eu sei." Caio F. Abreu.

É que talvez esse fosse o teu jeito de dizer que também o amava, que era importante que ele estivesse ali, pena uns não saberem ler entrelinhas.

Beijo no coração!

Flávia Diniz. disse...

Oi, lindona
Obrigada
O seu também é.

seguindo, oótimo fds

beijooosss

Beatriz Amorim disse...

Oi querida!
Em primeiro lugar, vim agradecer a visita ao meu cantinho!
Sinta-se sempre bem vinda! :D
Lindo aqui! (:
Seguindo você também!
Um beijo e um maravilhoso fim de semana!

Long Haired Lady disse...

mas isso não é assim, passei tanto tempo dizendo sozinha, eu te amo, e sem receber em troca.
um dia, ele disse, e hoje me diz todos os ias, tantas e tantas vezes!
eu soube esperar, quem ama, sabe!

@r_zanette disse...

Lindíssimo texto. Pena que é em forma de desabafo, aliás, os melhores textos são assim. Acabei de ler um texto sobre "as coisas acontecem quando devem acontecer". Pense assim. Beijos e boa semana.

A.S. disse...

Thalita,

É uma delicia ler vc... Adorei!


Beijos,
AL

Fernanda Avenia, disse...

O modo como escreve é tão intenso que seria capaz de dizer que senti tudo, senti pela garota, sentia a história. E é dessa forma que encanta os leitores.
E concordo que há certas coisas que se não ditas no momento, não tem o mesmo poder, o mesmo sentido se ditas depois. Por isso que deve ser feitas na horas, sem pensar duas vezes. Deixando o coração saltar pela boca junto com as palavras.

Joana Paula Preis disse...

estou com pouco tempo, mais os pequenos trechos q li, adorei!! :)
pretendo voltar e ler mais e mais...
bjinhos =*

El Brujo - Rock disse...

Teu blog é uma fonte inspiradora!

Florisbella disse...

Ahhh, as pessoas deveriam gritar para os quatro cantos quando amam. Nao deveriam ter medo disso.


Beijos da Flor

Sirlara Wandenkolk disse...

"um amor nascendo ali incontrolável, porém receoso"


que delícia x]

Fernand's disse...

"o medo é sempre ladrão".

fernand's




bjsmeus

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...