sexta-feira, 16 de julho de 2010

Agora sim um amor de verdade



Talvez eu precisasse mesmo desse tipo de experiência nova.Desse desapego moral, dessa inconstância, dessa imprecisão.Dessa vez era diferente porque não tinha um vazio aqui dentro e nem um sentimento comprimido se remoendo como antes.Será que já não sei amar meu Deus?Será?
Não, não era falta de amor, de dedicação, de vergonha na cara.Era excesso!Excesso de amor próprio, de respeito, de cautela.Era eu ali estática, entre todos como um nada que eu era em meio a tanta gente, mas com um brilho tão irradiante, que quem via percebia que algo mudou.Uns achavam que era amor, outros uma grande realização, alguns até arriscavam que eu estava tramando algo que finalmente desse certo.Mas não era nada disso não.Era eu pela primeira vez desdenhando o amor, era eu que estava aprendendo a ser feliz.Era eu que aprendera junto de alguém o valor de se estar sozinho e ser feliz ainda sim.
Você ainda deve está espantado com essa minha mudança repentina, porém acostumado com intensidade com que faço as coisas deve não ter achado estranho vindo de mim isso.Mas não se culpe, eu também ando confusa a respeito do que está acontecendo.Mas sigo sentindo esse nada aqui dentro e logo reflito que não é falta de amor, mas sim amor dado a pessoa certa: a mim.
Tanto tempo me enganando, me decepcionando, me iludindo com pessoas erradas.Vou viver agora por um tempo com a única pessoa responsável pela minha felicidade.Vou dar um tempo, mandarei notícias , pode ter certeza.E que sejam as melhores possíveis.Vou fazer por mim tudo que nenhuma desses partidos fracos que me apareceram foi capaz de fazer: me amar e ser fiel a mim.
E pra começar com essa total fidelidade a mim já tiro seu número da agenda, você do pensamento e o nada do coração.Enfim, não há nada a ser retirado do coração dessa vez.Eu e você era uma forma de traição a mim mesma.Você nada mais era do que aquilo que eu queria eu você fosse.Pelo menos no meu pensamento você era constituído dessa imagem que fiz para você e que não era abalada nem por usas grandes falhas em relação a nós. A culpa é um pouco minha , eu sei.Aliás acho que é inteiramente minha.Chega de me trair, me iludir, me culpar.Pela primeira vez estou amando a pessoa certa.
É uma nova fase, é um novo sorriso.Isso é ser feliz.
Ser feliz de coração vazio é meio confuso e estranho, mas quem disse que eu vim pra fazer sentido?Quem disse que pra mim há definição?

2 comentários:

Poeta del Cielo disse...

e lindo ser y estar Feliz... mais tamben esta en un mesmo procurar nossa felcidade plena aquela que uno acha que noe pra nois... que na sei mesmo como e....... mas de nois depende saber dela y concerla de verdade.... lindo

felicidades
abracos

otima semana

Déborah Simões disse...

"mas quem disse que eu vim pra fazer sentido?Quem disse que pra mim há definição? "

Flor, amei esse texto... me identifiquei até a última letra...

bjok

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...